No México, evangélicos expulsos de suas casas por católicos comemoram acordo de paz e retorno ao lar

04-01-2014 12:28

O México vive uma fase de segregação religiosa, em que evangélicos que se negam a aderir ao catolicismo em algumas regiões do país, acabam perseguidos e até expulsos de sua terra natal.

No último dia 26 de dezembro, um grupo de 167 evangélicos que formam 31 famílias comemoraram um acordo com os católicos do vilarejo de Pushila, na cidade de Altamirano, e puderam passar o réveillon em suas casas.

O grupo havia sido expulso há dois anos da região, que fica na província de Chiapas, por sua crença protestante. A maioria dos evangélicos no interior do México é de origem indígena, o que aumenta o preconceito.

O acordo entre as partes foi firmado após intervenção das autoridades, que intermediaram o diálogo que permitiu o retorno dos 167 evangélicos a suas casas.

Num comunicado à imprensa, o secretário-geral da província de Chiapas, Eduardo Ramirez Aguilar, afirmou que a ideia é promover a tolerância entre os dois grupos religiosos, e que o governo está atento para promover o diálogo em tempo hábil, impedindo que os conflitos cheguem ao ponto de as minorias religiosas serem expulsas de suas casas.

Fonte: http://infocatolica.com/?t=noticia&cod=17763