Escola proíbe aluno de cantar hino em concurso

02-02-2011 21:39

Funcionários disseram para mãe ´escolher uma música que não falasse tantas vezes de Jesus?`

  Um aluno do quinto ano foi vetado de um show de talentos da escola nos Estados Unidos. O motivo do veto não foi porque a criança era desafinada ou não tinha talento, mas sim porque ela interpretaria uma canção que continha na letra muitas vezes a palavra Jesus.

Os alunos foram autorizados a escolher o conteúdo de suas performances. Algumas das que foram aprovadas estão canções de amor adolescente, problemas de relacionamento, dança e imagens violentas.

Funcionários da Street Elementary School se recusaram a permitir a música selecionada pelo aluno da quinta série porque ele supostamente viola a "separação entre igreja e estado" e é considerada "ofensiva".

Os advogados da Alliance Defense Fund (ADF) entraram com uma ação contra os funcionários em nome do aluno. "Estudantes cristãos não devem ser censurados em escolas públicas por causa de suas crenças", diz o advogado David Senior Counsel Cortman.

"Quando o conteúdo religioso é censurado por uma escola pública, enquanto o conteúdo de outras apresentações que discutem temas semelhantes é permitido, temos uma grande violação dos direitos constitucionais de um estudante".

A mãe do aluno explicou que a música escolhida pelo seu filho foi ensaiada durante meses, e na escola não havia feito restrições sobre as apresentações escolhidas pelos alunos. Depois da escolha, a escola passou a perguntar à mãe o filho poderia "escolher uma música que não dissesse tantas vezes de Jesus?"


Fonte: Charisma News / CPAD News