Ateus fracassam com campanha que oferecia revistas pornográficas em troca de Bíblias

26-04-2012 21:24

Um grupo de ateus realizou uma polêmica campanha na Universidade de San Antonio, no Texas, Estados Unidos, o movimento consistia em oferecer revistas pornográficas em troca de Bíblias ou de outros livros religiosos, como o Alcorão e livros de escritores cristãos como Rick Warren. Mas, a campanha intitulada “Smut for Smut” (Pornografia por pornografia) fracassou, já que poucos estudantes aderiram a proposta.

Movimentos como este não são novidade, outras edições já foram realizadas em anos anteriores, a primeira aconteceu em 2008, organizada pelo grupo Atheist Agenda. Os grupos afirmam que a Bíblia possui conteúdo pornográfico, que as Escrituras são “pervertidas”, referindo-se ao Antigo Testamento onde, segundo os ateus, há relatos de “exploração das mulheres, escravidão, estupro e assassinato”.

Kyle Bush, presidente da Atheist Agenda, falou ao site World on Campus, “A questão não é o material pornô. Nosso propósito principal é fazer as pessoas conversarem conosco para que possamos passar nossa mensagem”.  “Queremos divulgar o ateísmo e trazê-lo para o centro das atenções. Nós oferecemos uma alternativa para pessoas que podem não se encaixar em nenhum outro lugar”, argumentou.

Foram mais de 50 quilos de material pornográfico adquirido para utilizar na campanha, mas segundo a Atheist Agenda as trocas foram pouquíssimas, cinco bíblias, uma enciclopédia do Islã, e alguns livros evangélicos.

Numa forma de manifesto contra a campanha ateísta, um grupo de alunos cristãos organizaram uma apresentação de um coral de música gospel próximo ao stand onde era distribuídas as revistas. Tarvia Demerson, uma das organizadoras do coral explicou a razão do ato, “Estamos lutando espiritualmente. Quanto fazemos isso, não vamos lá e tentamos conversar com eles. Apenas oramos sobre isso.”.

Fonte: Gospel+