AS 12 TRIBOS DE ISRAEL

17-03-2011 22:59

Muito se fala sobre as 12 Tribos de Israel e qual a sua história, citações sobre
outras supostas genealogias de outras 12 tribos, colocando em suma outras
províncias e indivíduos que, aparecem constantemente em alguns textos
bíblicos e teológicos. Se levarmos em conta a numerologia na bíblia,
constantemente aparecerão varias outras 12 tribos, já que freqüentemente
se utiliza em eventos épicos e bíblicos os números 12, 7 e 6, mas deixemos a
numerologia de lado e falemos das 12 Tribos de Israel.

A FORMAÇÃO DAS 12 TRIBOS DE ISRAEL
Para se localizar na Bíblia comece por ler o livro de Números Cap. 1, o
Altíssimo ordena a Moisés que sejam nomeadas as tribos;
1. De Rúben, Elizur filho de Sedeur;
2. De Simeão, Selumiel filho de Surisadai;
3. De Judá, Naasom, filho de Aminadabe;
4. De Issacar, Natanael, filho de Suar;
5. De Zebulom, Eliabe, filho de Helom;
6. De Efraim, Elisama filho de Amiúde;
7. De Manasses, Gamaliel, filho de Pedazur.
8. De Benjamim, Abidã filho de Gideôni.
9. De Dã, Aizer, filho de Amisadai;
10. De Aser, Pagiel filho de Ocrã;
11. De Gade, Eliasafe filho de Deuel;
12. De Naftali, Aíra filho de Enã;
Essa é a formação das 12 Tribos de Israel, originalmente feita por Moisés e
Aro, neste tempo, o Altíssimo denominava a Moisés o povo como “Povo de
Israel”, o judaísmo, foi criado com a ramificação dos povos e das tribos, já
que Moisés, era crente no Deus de Abraão, Yaweh Elohim (Senhor das
Guerras), um Deus único, sendo assim monoteísta.
Lembrando, o livro de Números é de essencial leitura para compreender a
formação das 12 Tribos de Israel e a forma de organização planejada por
Moisés , a descendência e a explicação da exclusão dos Levíticos das 12
Tribos, esses que cuidarão do Tabernáculo e da arca junto a Arão.

OS LEVITAS
A tribo de Levi ficou a função de levar e guardar a arca do Triunfo (ou
concerto) do Senhor. Terras foram separadas a eles, dando um lugar fixo
para as funções designadas.
Um comentário, a respeito do livro dos levitas, Moisés ao trazer os 10
Mandamentos, também instituiu leis de conduta as tribos, desde a
alimentação, a consagração dos dias *sagrados, o casamento, etc...
O Rastafari é muito próximo dos levitas, levam consigo a disciplina e as leis,
aonde quer que estejam.
Alguns exemplos da disciplina e mandamentos citados no livro de levíticos e
como essas leis se assemelham aos Rastasfaris.
Alimentação: Não comer gordura ou sangue.
Levíticos Cap. 17 Vers. 22 a 27
Levíticos Cap. 17 Vers. 10
O judeu e o muçulmano não se alimentam de carne de porco Levíticos Cap.
11 Vers. 7, nesse capitulo em especial existem vários outros animais que
são proibidos para alimentação.
Relação Homem e Mulher: Casamentos, incestos e homossexualismo.
Levíticos Cap. 18 Vers. 01 a 30
Sobre os Sacerdotes: Leviticos Cap. 21 Vers. 01 a 24.

O livro de levíticos é de muita importância para a formação do Eu&Eu,
juntamente com o livro de Salmos, Provérbios e Eclesiastes.
Hoje existem certas divergências quanto as leis de Moisés, alguns dos
mandamentos foram um tanto esquecidos pelas igrejas, principalmente as
denominadas cristãs. A crença em imagens é notória na igreja católica
deixando aparente a contradição quanto as leis do Altíssimo.

10 TRIBOS PERDIDAS DE ISRAEL
A separação das 12 Tribos está relatada no livro
I Reis Cap. 12 Vers. 16 a 24.
A Tribo de Judá e Benjamin lutam para restituir o reino a Roboão, filho de
Salomão, daí se deu a quebra das 12 Tribos de Israel
Com a morte do Rei Salomão, Roboão seu filho, tomou o trono de Israel para
governar em seu lugar, mas, Roboão não aceitava os conselhos dos anciãos
para tratar o povo com benevolência.
Com a insatisfação do povo com o Rei Roboão, seu filho tomou o trono em
seu lugar, mas, Roboão fugiu para Jerusalém, juntando a Tribo de Judá e
Benjamin para lutar contra Israel, que já era governada por seu irmão
Jeroboão.
Assim, 10 Tribos ficaram ao lado de Jeroboão, e 2 ficaram ao lado de Roboão,

a Tribo de Judá e Benjamin.
A partir do Cap. 12 em diante do livro de I Reis, já se consegue compreender
como a separação das 12 Tribos afetou o povo de Israel.

SOBRE O JUDAÍSMO
O judaísmo é a religião remanescente do povo hebreu. Nesse tempo a forma
de se chamar a Deus era Yaweh Elohim (Senhor das Guerras) ou Adonai
(Senhor). Mas a caracterização da religião veio muito depois da formação das
12 Tribos. Israel era uma nação, após a dissolução das 12 Tribos, outros
povos politeístas como os Babilônios, Gentios, Egípcios, começaram a
denominar a Tribo de Judá como a mais forte e líder da Nação de Israel.
Sendo assim, o termo judaísmo não era para denominar uma religião e sim
a doutrina e crença monoteísta de um povo, em um Deus único denominado
Yaweh Elohim, uma crença monoteísta que vinha desde Abraão (aws).
Explicando em miúdos, o povo de Judá tinha uma doutrina, um conjunto de
pessoas com a mesma disciplina e discernimento, isso torna o ismo, uma
forma pejorativa de denominar o indivíduo remanescente de um povo.
Moisés (aws) deixou o Torá e o Talmud para a Nação de Israel, esses livros
tinham a principal fonte de organização e leis do povo. Após os eventos do
velho testamento, já no tempo do Yeshua Cristo (aws), as leis ficariam nas
mãos dos fariseus, subgrupo dominante em Jerusalem.