Arrependimento no sentido bíblico

19-04-2011 18:27

O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se (2 Pedro 3:9).

O versículo de hoje nos diz que o arrependimento é necessário para que alguém seja salvo, isto é, não seja sentenciado à condenação eterna. Sabemos que nem todas as pessoas têm idéia do que realmente significa arrependimento. Muitos sinceramente acreditam que isso significa se livrar da culpa do pecado que têm diante de Deus. Para tanto, acham que precisam se esforçar e fazer coisas que, segundo a opinião deles mesmos, Deus Se agradaria e assim lhes concederia o perdão e bênçãos.

É possível impedir o julgamento de Deus dessa maneira? A Bíblia, a Palavra de Deus, nos ensina que o homem em sua natureza pecaminosa é incorrigível e não pode mudar o seu estado através de seus próprios esforços. Foi por isso que o Senhor Jesus disse: “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7).

Deus busca trazer todos ao ponto de admitirem diante dEle e para si mesmos que são pecadores irremediavelmente perdidos. Quem passa por esse processo, julgando e confessando todos os seus erros, se “arrepende” no sentido bíblico do termo.

O arrependimento, por si só, não muda o estado corrupto do coração humano e nem invalida o julgamento divino sobre nós. É preciso ir além e aceitar o caminho que Deus mostrou para que fôssemos salvos: a obra de Seu Filho, Jesus Cristo, na cruz. Quem crê nessa obra redentora e se rende ao Salvador se torna filho de Deus, salvo e nascido de novo.

Notas:

Extraído do devocional BOA SEMENTE