Arcebispo de Brasília afirma que Dilma Rousseff deve explicar melhor suas convicções religiosas

24-01-2011 17:08

Levado, repentinamente, à condição de um dos principais nomes da Igreja Católica no mundo, dom João Braz de Aviz, o arcebispo de Brasília, afirma que a presidente Dilma Rousseff(PT) precisa explicar melhor o que pensa sobre assuntos que interessam à Igreja.

“Não temos uma ideia clara de quem é Dilma do ponto de vista religioso. Ela precisa explicar melhor as suas convicções religiosas para que o diálogo possa progredir.”

Quando o arcebispo fala sobre temas polêmicos, expõe o seu pensamento de que está ciente de que Dilma poderá agir de forma diferentemente do que prometeu em campanha: “O que sabemos é que Dilma mostrou flexibilidade com relação a temas importantes para a igreja. Mas também sabemos que políticos fazem isso: durante a campanha é uma coisa, e na prática o caminho às vezes é outro”, explicou.

Dom João Braz de Aviz acredita que as dificuldades de comunicação entre Dilma e a Igreja não ocorrerão desde que a presidente expresse as opiniões concernentes de forma clara.

“Até o momento, não sabemos como será, pois ela assumiu a posição do ex-presidente Lula, que é impossível moralmente. Ele diz que tem uma posição pessoal como homem de fé e outra como presidente, como homem de Estado. Ora, a gente tem apenas uma moral, e não duas”, completou.

Fonte: Gospel Prime