A RIQUEZA DE CRISTO

01-02-2011 13:25

Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que, pela sua pobreza, enriquecêsseis (2 Coríntios 8:9).

 

Dois homens travaram uma discussão sobre a existência eterna de Cristo. Um deles, unitariano (que nega a Trindade), afirmava que a Bíblia não ensina que Jesus tenha existido antes de nascer em Belém. O outro, um cristão, procurava demonstrar o contrário. Contudo, o unitariano argumentava tão hábil e sutilmente que seu concorrente logo foi vencido. A versículos como “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1), ele respondia tão-somente: — Sim, na representação de Deus, não na realidade. Assim explicava um versículo após o outro, afirmando que era incorreto e tratando de impor cada vez mais sua própria interpretação da Bíblia.

Por fim, outro cristão, que escutara a discussão, se aproximou e disse: — Há um versículo na Bíblia que para mim é decisivo sobre esse assunto. Perguntaram-lhe qual. — O da segunda Epístola aos Coríntios, capítulo 8, versículo 9, no qual o apóstolo inspirado disse que Jesus Cristo era rico. Quando foi rico? No mundo? Nasceu em um estábulo, e Ele mesmo disse: ‘As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça’ (Lucas 9:58). Por favor, me digam quando Ele foi rico? Ele foi rico na eternidade passada, quando estava ‘no seio do Pai’, antes que Ele, Senhor de toda a criação se humilhasse e fosse pobre… para a nossa salvação.

Assim, a discussão foi encerrada.

 

 

Extraído do devocional “Boa Semente