M

MAACATITA

Morador de Maaca, cidade da Síria, localizada ao pé do monte Hermom (Dt 3.14).

MAALATE

Título do Sl 53, RC; RA, cítara; NTLH, instrumento de cordas. Maalate Leanote: para instrumentos de cordas e para dois coros (Sl 88, NTLH).

MAANAIM

Localidade em que anjos de Deus se encontraram com Jacó (Gn 32.1-2). Tornou-se cidade LEVITA e de REFÚGIO (Js 21.38).

MACA

Cama de lona fácil de carregar (At 5.15, RA).

MAÇA

Arma de ferro ou de outro material, com uma extremidade em forma de bola com pontas (Pv 25.18, RA; RC, martelo).

MAÇÃ

1) Fruto da MACIEIRA (Ct 2.5).

2) MAÇANETA 1, (Êx 25.31, RC).

MACABEUS

Nome dado a uma família de judeus, também conhecida como Hasmoneus, que liderou a revolta contra a Síria, governada por Antíoco IV Epífanes. O chefe da revolta foi Matatias, cujo bisavô se chamava “Hasmoneu”, provavelmente da cidade de Hasmoná. “Macabeu”, que quer dizer “martelo”, era o apelido de Judas, o maior de seus líderes e um dos filhos de Matatias. A revolta começou em 167 a.C., e a família continuou a governar o povo judeu até 63 a.C. (v. MACABEUS, PRIMEIRO E SEGUNDO).

MAÇANETA

1) Saliência que serve para enfeitar certos objetos (Êx 25.31, RA; NTLH, botão).

2) Pegadouro para se abrir uma porta (Ct 5.5, RA).

MACEDÔNIA

PROVÍNCIA romana situada ao norte da Grécia, várias vezes visitada por Paulo (At 16.9—17.15; 20.1-6).

MACIEIRA

Árvore de maçãs (Ct 2.3).

MACPELA

Caverna localizada a oeste de Hebrom, comprada por Abraão do heteu Efrom para servir de sepultura. Nela foram enterrados Sara, o próprio Abraão, Isaque, Rebeca, Lia e Jacó (Gn 23; 25.9-10; 49.30-31; 50.13).

MÁCULA

1) Mancha (Êx 12.5, RC).

2) Figuradamente, PECADO, imperfeição (Ef 5.27; Hb 7.26).

MADALENA

Natural de MAGDALA (Lc 8.2). V. MARIA 3.

MADEIRA DE GOFER

Madeira desconhecida, usada na construção da arca de Noé (Gn 6.14, RC; RA, cipreste).

MADEIRA ODORÍFERA

Madeira escura e cheirosa, usada na fabricação de móveis de luxo (Ap 18.12).

 

MADEIRO

1) Peça ou tronco de madeira (Jr 10.3).

2) Cruz (At 5.30).

MADRASTA

Mulher casada em relação aos filhos que o marido teve em casamento anterior (Dt 27.20, RA).

MADRE

Útero; ventre (1Sm 1.6; Jr 1.5).

MADRUGADA

Últimas horas da noite antes do nascer do sol (Gn 22.3).

MAER-SALAL-HÁS-BAZ [Furto-Rápido-Roubo-Veloz]

Nome simbólico do filho do profeta Isaías. Significa que os inimigos do rei ACAZ seriam saqueados, e o reino de Judá também iria sofrer (Is 8.1-4, RC).

MAGADÃ

V. MAGDALA (Mt 15.39, RA).

MAGDALA

Povoado situado na margem ocidental do lago da Galiléia (Mt 15.39, RC). É também chamado de Dalmanuta (Mc 8.10).

MAGIA

Arte ou ciência oculta relacionada com a crença em poderes sobre-humanos (At 8.9,11). Por meio de certos atos e palavras e com a ajuda de espíritos e demônios, a magia pretende conhecer o futuro, encontrar ajuda para os problemas da vida e realizar coisas fora do comum. Nos tempos bíblicos a magia incluía ADIVINHAÇÃO, AGOURO, ASTROLOGIA, ENCANTAMENTO, EXORCISMO, FEITIÇARIA, NECROMANCIA, SONHO e VISÃO.

MÁGICAS, ARTES

V. MAGIA (At 19.19).

MÁGICO

Praticante de MAGIA (At 13.8, RA).

MAGISTRADO

Autoridade da nação (Ne 2.16; v. PRETOR).

MAGNIFICAR

ENGRANDECER (Sl 40.16, RA).

MAGNIFICAT

V. CÂNTICOS DO ADVENTO 2.

MAGNIFICÊNCIA

Grandiosidade; esplendor (1Cr 29.11, RC).

MAGO

1) Aquele que pratica MAGIA (Êx 7.22).

2) Estudioso das estrelas (Mt 2.1-16).

MÁGOA

Sentimento de tristeza causada por ofensa de outrem; pesar (Sl 6.7).

MAGOGUE

V. GOGUE E MAGOGUE.

MAGOR-MISSABIBE

V. TERROR-POR-TODOS-OS-LADOS (Jr 20.3, RC).

MAIORAL

1) Chefe (Êx 2.14, RC; Mt 9.34, RA).

2) ADMINISTRADOR (Ne 3.9).

MAJESTADE

1) Grandeza suprema; esplendor grandioso (Sl 104.1; At 19.27).

2) Título de Deus, o poder supremo (Hb 8.1).

MAJESTOSO

Que tem MAJESTADE 1, (Is 30.30, RA; Jr 22.18, RC).

MAJORAR

Aumentar (Gn 34.12, RA).

MAL

1) Qualquer coisa que não está em harmonia com a ordem divina; aquilo que é moralmente errado; aquilo que prejudica ou fere a vida e a felicidade; aquilo que cria desordem no mundo (Gn 3.5; Dt 9.18; Rm 7.19). V. PECADO.

2) Sofrimento (Lc 16.25).

3) Desgraça (Dn 9.13).

4) Dano (Gn 31.52); crime (Mt 27.23).

5) Calúnia (Mt 5.11).

MALANDRAGEM

Turma de vadios (At 17.5, RA).

MALAQUIAS [Meu Mensageiro]

Último dos profetas do AT e autor do livro que leva seu nome (Ml 1.1). V. MALAQUIAS, LIVRO DE.

MALAQUIAS, LIVRO DE

Último livro dos Profetas Menores (v. LIVROS PROFÉTICOS DO AT), que traz as mensagens de Deus ao povo de Judá proferidas por Malaquias, em torno de 450 a.C., depois de haver sido reconstruído o Templo de Jerusalém. O povo não estava obedecendo às leis de Deus, e era necessário que eles abandonassem os seus pecados (2.10-16). Malaquias mostra que os sacerdotes eram culpados e, por isso, ele fala contra eles, pois não estavam cumprindo o seu dever de apresentar sacrifícios e ofertas que agradassem a Deus e falhavam na educação do povo (1.6—2.9). Malaquias anunciou que Deus viria purificar o seu povo, mas antes daquele dia (v. DIA DO SENHOR) enviaria o seu mensageiro para preparar o caminho. Aqueles que se arrependessem e voltassem para Deus seriam novamente o seu povo (2.17—4.6).

MALCÃ

V. MOLOQUE (Jr 49.1,3, RC).

MALCO [Conselheiro]

Servo do sumo sacerdote. Pedro cortou a orelha dele (Jo 18.10).

MALDADE

Aquilo que é mau, que não presta; perversidade; imoralidade; crime; PECADO, ruindade; MAL 1, (Gn 6.5; Sl 141.5; 1Co 5.8).

MALDIÇÃO

Chamamento de mal, sofrimento ou desgraça sobre alguém (Gn 27.12; Rm 3.14). Os que quebram a LEI 1, estão debaixo da maldição; Cristo nos salvou dessa maldição, fazendo-se maldição por nós (Gl 3.10-13).

MALDITO

Aquilo ou aquele sobre quem se lançou MALDIÇÃO (Gn 3.14; 4.11).

MALDIZENTE

Aquele que fala mal dos outros; MEXERIQUEIRO; difamador (Pv 26.20).

MALDIZER

Lançar MALDIÇÃO (Sl 62.4).

MALEDICÊNCIA

Mexerico; difamação (1Tm 5.14, RA).

MALEFÍCIO

MALDADE (Dt 17.5).

MALFAZEJO

Perverso (Pv 17.4).

MALFEITO

MALDADE (Ob 15, RA).

MALFEITOR

Aquele que comete crimes; perverso; mau (Sl 37.9; Lc 22.37).

MALHA

Cada uma das alças ou voltas de um fio ligadas entre si, formando uma rede (Ez 12.13, RA) ou um tecido (Êx 28.32).

MALHADA

Pasto de ovelhas (2Sm 7.8).

MALHADO

Que tem manchas (Gn 30.32).

MALÍCIA

1) Inclinação para o mal; MALDADE; PECADO (Jó 22.5; Sl 7.9; 1Pe 2.16).

2) Intenção maldosa (Mt 22.18).

MALIGNIDADE

Qualidade de MALIGNO 1, (Rm 1.29).

MALIGNO

1) Mau; perverso (Sl 144.10; Is 14.20).

2) Mal que vai piorando (Jó 2.7).

3) DIABO (1Jo 5.19).

MALOGRAR

Fracassar (Jó 17.11).

MALTA

Ilha do mar Mediterrâneo, situada 100 km ao sul da Sicília, Itália. Próximo dessa ilha naufragou o navio em que Paulo viajava para Roma (At 27 e 28).

MALVA

Erva que servia de alimento para os pobres (Jó 30.4).

MAMOM

Palavra aramaica que significa “riquezas”, as quais podem tornar-se um deus para as pessoas (Mt 6.24, RC).

MANÁ [Que É Isto ?]

Alimento milagrosamente fornecido por Deus aos israelitas durante 40 anos que passaram no deserto. Era como uma semente pequena e muito branca (Êx 16.14-36; Dt 8.3; Js 5.12; Jo 6.31-35,48-51).

MANADA

REBANHO de gado (Mt 8.30).

MANAÉM

Um dos profetas e mestres da igreja de ANTIOQUIA 1, e irmão de criação de Herodes ANTIPAS (At 13.1).

MANANCIAL

1) Fonte de água (Is 35.7).

2) Figuradamente: origem (Sl 36.9); esposa (Pv 5.18; Ct 4.12).

MANAR

Produzir ou correr sem cessar e/ou em abundância (Sl 78.20, RA; Jl 3.18).

 

MANASSÉS

1) Primeiro filho de JOSÉ 1, e Asenate (Gn 41.51).

2) Uma das 12 TRIBOS do povo de Israel, formada pelos descendentes de MANASSÉS 1, (Nm 32.33-42).

3) Décimo quarto rei de Judá, que reinou de 687 a 642 a.C., depois de Ezequias, seu pai. Por ter apoiado a idolatria, Manassés e o povo de Judá foram castigados, mas ele se arrependeu (2Rs 21.1-18; 2Cr 33.1-20).

MANASSÉS, ORAÇÃO DE

V. ORAÇÃO DE MANASSÉS.

MANASSITA

Descendente de MANASSÉS 1, (Dt 4.43).

MANATITA

Morador de Manaate, povoado de Judá (1Cr 2.54, RC; 8.6).

MANCO

1) Pessoa a quem falta mão ou pé; aleijado (Mt 18.8, RA).

2) Figuradamente, pessoa fraca na fé (Hb 12.13, RA).

MANDADO

Ordem (Gn 26.5; Et 9.32).

MANDAMENTO

1) Ordem divina a ser obedecida pelas pessoas que temem a Deus. Sinônimos bíblicos: lei, estatuto, preceito, testemunho, juízo, ensinamento, etc. (Lv 26.14-15; Sl 119; Jo 15.10-12).

2) Ordem paterna ou materna (Pv 6.20).

3) O “novo mandamento” é o amor ao próximo, tomando-se como exemplo o amor sacrificial de Cristo por nós (Jo 13.34).

MANDAMENTOS, DEZ

V. DEZ MANDAMENTOS.

MANDATO

MANDADO (Tt 1.3, RA).

MANDRÁGORA

Planta que tem raízes em forma de forquilha, parecidas com as pernas de uma pessoa, e por isso se acreditava que ajudava as mulheres a engravidar e a ter sorte no amor (Gn 30.14).

MANEJAR

1) Executar com as mãos (Dt 19.5, RA).

2) Figuradamente, ensinar (2Tm 2.15).

MANETA

Pessoa a quem falta uma das mãos (Mc 9.43, RA).

MANIETAR

Amarrar as mãos (Jo 18.12).

MANIFESTAÇÃO

Revelação; demonstração (1Co 12.7).

MANIFESTAR

1) Tornar conhecido; mostrar; revelar; declarar (Jó 12.22; Is 40.5; Jo 2.11; Rm 1.19).

2) Fazer-se conhecer; mostrar-se; aparecer (1Sm 3.21; Lc 17.30; Jo 9.3).

MANILHA

BRACELETE (2Sm 1.10, RC).

MANJAR

1) Alimento sólido (1Co 3.2, RC).

2) IGUARIA (Pv 23.3).

3) Cereal (Lv 2.1; v. SACRIFÍCIOS E OFERTAS).

MANJEDOURA

Tabuleiro de madeira ou de pedra em que se põe comida para os animais nas estrebarias (Is 1.3; Lc 2.7). No interior do Brasil é chamada de cocho.

MANOÁ [Descanso]

Pai de SANSÃO (Jz 13.2).

MANOLHO

FEIXE (Am 2.13, RC).

MANQUEJAR

COXEAR (Gn 32.31).

MANRE [Vigor]

1) Amorreu, aliado de Abraão na libertação de Ló (Gn 14.13-24).

2) Local de residência de Abraão perto de Hebrom (Gn 13.18; 18.1).

MANSIDÃO

Modo de agir pacífico e bondoso; delicadeza (Sf 2.3; 1Co 4.21).

MANSO

Que tem MANSIDÃO (Nm 12.3; Mt 5.5).

MANTILHA

Véu que as mulheres usavam sobre a cabeça e os ombros (1Co 11.15, RA).

MANTIMENTO

1) Alimento (Gn 1.29).

2) Figuradamente, doutrina (Hb 5.14, RC).

MANTO

Peça de roupa que reis, autoridades civis e religiosas e pessoas ricas vestiam por cima das outras roupas (1Sm 24.4; Lc 23.11, RA). V. CAPA.

MANUFATURA

Objeto feito à mão (Ez 27.15, RA).

MANUSCRITOS

Textos escritos à mão. Os livros do AT foram escritos sobre folhas de PAPIRO, usado no Egito, e depois na Palestina e em outras regiões. Aí por 200 a.C. começou-se a escrever sobre peles de animais, os PERGAMINHOS. Assim, uma parte dos livros do NT pode ter sido escrita sobre pergaminhos. Tanto os livros escritos em papiro como os escritos em pergaminho tinham a forma de ROLO (Sl 40.7; 2Tm 4.13). O LIVRO com páginas, chamado de códice, surgiu no séc. II d.C. Todos os manuscritos originais do AT e do NT se perderam. O texto bíblico nas línguas originais que possuímos hoje está baseado em cópias. A comparação das cópias existentes demonstra que Deus fez com que os livros bíblicos fossem copiados com grande fidelidade. Até bem pouco tempo atrás, o manuscrito completo do AT mais antigo era de 916 d.C. Em 1946, começou a aparecer uma série de manuscritos de livros do AT encontrados em várias cavernas de QUMRAN. Na maior parte esses manuscritos são do primeiro século a.C. e do primeiro século d.C. Encontraram-se em Qumran manuscritos quase inteiros, sendo os de Isaías os mais famosos, e/ou partes de todos os livros do AT, menos de Ester. Além dos livros bíblicos, foram descobertos fragmentos de livros APÓCRIFOS e de outros livros da seita dos ESSÊNIOS, que ali os escondeu. Esses manuscritos são muito importantes para o estudo do texto original do AT, como também para se recompor o panorama histórico da época de João Batista e de Jesus. Os manuscritos completos mais importantes do NT são os seguintes: o Sinaítico e o Vaticano, do séc. IV d.C., e o Alexandrino, do séc. V d.C. No entanto, há um grande número de manuscritos de partes do NT que são do séc. III d.C. e posteriores.

MANUSEAR

Pegar (Cl 2.21).

MÃO

Medida de comprimento igual a 7,4 cm. É a medida da palma da mão na base dos dedos. É 1/3 do PALMO e 1/6 do CÔVADO (Êx 37.12, RC; RA, quatro dedos).

MÃO DE JESUS

1) O poder de Jesus, que às vezes é evidenciado por milagres (Mc 6.2; Jo 13.3).

2) A autoridade de Jesus, confiada a ele pelo Pai (Jo 3.35).

3) O cuidado providencial de Jesus (Jo 10.28).

MÃO DIREITA

Posição de honra e autoridade (1Rs 2.19; v. DESTRA 2).

MAONITA

Morador de Maom, região que ficava próxima do monte SEIR (Jz 10.12).

MÃOS, IMPOSIÇÃO DAS

1) No período do AT, ato destinado a conceder bênçãos (Gn 48.13-20); transferir a culpa do pecador para o sacrifício (Lv 1.4); consagrar uma pessoa para uma nova responsabilidade (Nm 27.18,23).

2) No período do NT, ato usado ao curar (Mc 5.23; Lc 4.40; At 28.8); abençoar (Mc 10.16); consagrar uma pessoa para um novo cargo ou função (At 6.6; 13.3; 1Tm 5.22); conceder dons espirituais (At 8.17; 19.6).

MAQUINALMENTE

Por mera repetição de rotina (Is 29.13, RA).

MAQUINAR

Planejar (1Sm 23.9; Is 32.7).

MAQUIRITA

Descendente de Maquir, um dos filhos de MANASSÉS 1, (Nm 26.29).

MAR

Na Bíblia, qualquer grande extensão de Água, salgada (mar Mediterrâneo) ou doce (lago da Galiléia).

1) Os mares mencionados na Bíblia são: a) MEDITERRÂNEO, ou o Mar, ou mar dos Filisteus, ou Grande, ou Ocidental (Nm 34.6); b) MORTO, ou da Arabá, ou Oriental, ou Salgado (Js 3.16); c) VERMELHO, ou de Sufe, ou do Egito (Êx 13.18); d) ADRIÁTICO (At 27.27).

2) Os lagos são os seguintes: a) da GALILÉIA, ou de Genesaré, ou de Quinerete, ou de Tiberíades (Mt 4.18); b) de MEROM (Js 11.5).

3) MONSTRO (Jó 7.12; Sl 74.13).

MAR DE FUNDIÇÃO

Grande tanque de água colocado na entrada do TEMPLO de Salomão (1Rs 7.23-27), também chamado de mar de bronze ou de cobre (1Cr 18.8). Suas medidas eram 2,20 m de profundidade e 4,40 m de diâmetro. Os sacerdotes lavavam nele as mãos e os pés em preparação para o seu serviço no Templo. Esse tanque substituiu a bacia ou pia de bronze (cobre) feita para o TABERNÁCULO (Êx 30.17-21).

MAR, O

V. MEDITERRÂNEO, MAR (Nm 13.29).

MAR VERMELHO

V. VERMELHO, MAR.

MARA [Águas Amargas]

Local situado a leste do mar Vermelho, onde os israelitas, na sua marcha para o Sinai, encontraram uma fonte de águas amargas (Êx 15.23-25).

MARANATA

Expressão aramaica que quer dizer: “Vem, nosso Senhor!” ou “O nosso Senhor está vindo” (1Co 16.22).



MARAVILHA

Ato ou fato extraordinário realizado por intervenção divina; milagre, sinal; prodígio (Êx 7.3; Mt 21.15).

MARAVILHAR

Encher-se de admiração; assombrar-se (Ec 5.8; Mt 8.27).

MARCA DA BESTA

V. SINAL DA BESTA (Ap 13.16-18, RA).

MARCHA

1) Andar cadenciado como o de um exército (2Sm 5.24).

2) “Pôr-se em marcha” é “começar a caminhar” (Nm 9.17, RA).

MARCO

1) Sinal para marcar os limites de um território (Dt 19.14).

2) Sinal ou objeto que marca um local ou indica direção a seguir (Jr 31.21).

MARCOS, EVANGELHO DE

Segundo livro do NT, considerado o mais antigo dos Evangelhos. Marcos (V. MARCOS, JOÃO) destaca principalmente a atividade constante e a autoridade de Jesus. Jesus vai de um lugar para outro, anunciando a vinda do REINO DE DEUS, ensinando multidões, fazendo milagres e curando doentes. Para ajudá-lo, ele escolhe 12 homens, os apóstolos. Estes o acompanham por toda parte, aprendem que por meio do evangelho todas as pessoas podem fazer parte do Reino de Deus. Depois os apóstolos saem para anunciar essa mensagem de salvação e para curar pessoas. Em tudo isso Jesus age com autoridade, que lhe vem de Deus. Ele é o FILHO DO HOMEM, que Deus escolheu e enviou para ser o Salvador (10.45). Portanto, ele tem autoridade para expulsar demônios, curar doentes e perdoar pecados. Este Evangelho começa com o batismo de Jesus (1.9-11) e termina com a sua ressurreição (16.1-8). O trecho final (16.9-20) não faz parte do texto original grego.

MARCOS, JOÃO

Filho de MARIA 5, e primo de Barnabé (Cl 4.10, RA; RC, sobrinho). Acompanhou Paulo e Barnabé até Antioquia (At 12.25) e, depois, na sua primeira viagem missionária, até Perge (At 13.5,13). Por causa dele Paulo e Barnabé se separaram (At 15.36-41). Mais tarde, porém, Marcos foi cooperador de Paulo (Cl 4.10; Fm 24; 2Tm 4.11) e trabalhou com Pedro (1Pe 5.13). Segundo a tradição, Marcos fundou a igreja em Alexandria. V. MARCOS, EVANGELHO DE.

MARDOQUEU

V. MORDECAI (Et 2.7, RC).

MARFIM

Substância branca e resistente de que são constituídas as presas do elefante. Era usado na fabricação de móveis finos entalhados (1Rs 10.18; Am 6.4) e para enfeitar casas luxuosas (1Rs 22.39; Am 3.15).

MARGEM

Beira (Ez 47.6; Mc 5.1, RA).

MARIA [Gorda ? Forte ?]

1) Mãe de Jesus e esposa de JOSÉ 2, (Mt 1.18-25), da LINHAGEM de Davi (Lc 1.27; Rm 1.3). Ela é “bendita entre as mulheres” (Lc 1.28,42,48). Após o anúncio do anjo (Lc 1.26-38), Maria engravidou pelo poder do Espírito Santo (Mt 1.18) e deu à luz a Jesus, em Belém (Lc 2.4-7). Ela guardou em seu coração os fatos extraordinários relacionados com o nascimento de Jesus (Lc 2.15,19,51). Ela esteve com Jesus no casamento em Caná (Jo 2.1-12). Quando Jesus foi crucificado, ela estava presente, e então ele a confiou aos cuidados de João (Jo 19.25-27). Finalmente, ela é mencionada com os primeiros cristãos (At 1.14).

2) Irmã de Marta e de Lázaro, de Betânia (Lc 10.38-42; Jo 11; 12.1-8).

3) Madalena, talvez a mulher mencionada em Lc 7.37-50 (v. Mc 16.9; Lc 8.2), foi testemunha da morte e do sepultamento de Jesus (Mt 27.56,61) e o viu ressuscitado (Mt 28.1-9).

4) Esposa de Clopas (Jo 19.25) e mãe de Tiago e José. Ela testemunhou a crucificação e o sepultamento de Jesus (Mt 27.56,61) e o viu ressuscitado (Mt 28.1-9).

5) Mãe de João Marcos e irmã de Barnabé (Cl 4.10). Ela cedeu sua casa para as reuniões dos cristãos em Jerusalém (At 12.12).

MARIDO

Homem casado em relação à ESPOSA (Gn 3.6; Ef 5.22).

MARINHO

Que está no mar ou vem do mar (Dt 14.17; Tg 3.7, RA).

MARÍTIMO

Que está relacionado com o mar (Dt 1.7, RA).

MARMITA

Panela com tampa (1Sm 2.14).

MÁRMORE

Pedra calcária que pode ser polida. Foi usada na construção do TEMPLO e de casas luxuosas (1Cr 29.2; Et 1.6).

MARQUESVÃ

V. CALENDÁRIO 8.

MARRADA

Chifrada (Dn 8.4).

MARTA

Irmã de MARIA 2, (Jo 12.2).

MARTELO

Instrumento de ferro com cabo de madeira usado para bater e especialmente para fincar pregos (1Rs 6.7; Jr 10.4).

MÁRTIR

Pessoa cujo testemunho lhe custa a própria vida (At 6.8—7.60; 22.20; Ap 2.13; 17.6). Do grego martys, testemunha.

MASMORRA

CALABOUÇO (Is 24.22).

MASQUIL

Termo encontrado no título de vários salmos (Sl 32, RC; RA, SALMO DIDÁTICO; NTLH, poesia).

MASSÁ [Provocação]

1) Local em REFIDIM e próximo do monte Sinai, onde Deus deu água a Israel (Êx 17.1-7).

2) Cidade do rei LEMUEL (Pv 31.1).

MASSORETAS

Estudiosos judeus que foram responsáveis pela transmissão do texto hebraico do AT e desenvolveram os sinais vocálicos e outros comentários críticos para esse texto, conhecido como texto massorético (TM). O TM é o texto hebraico básico para todas as versões modernas do AT. V. MANUSCRITOS.

MASTRO

Longa peça de madeira ou de ferro em que se prendem as velas de uma embarcação ou uma bandeira (Is 33.23; 30.17).

MATADOURO

Lugar onde se matam animais para consumo público (Is 53.7).

MATANÇA

Mortandade; massacre (Hb 7.1).

MATANIAS [Dom de Javé]

Nome original do rei ZEDEQUIAS (2Rs 24.17).

MATERNO

Relativo à mãe (Jz 13.7, RA).

MATEUS [Dom de Deus]

Filho de Alfeu e também chamado de Levi. Foi cobrador de impostos em CAFARNAUM, onde Jesus o convidou para ser seu discípulo (Mt 9.9-13) e apóstolo (Mt 10.3; At 1.13). V. MATEUS, EVANGELHO DE.

MATEUS, EVANGELHO DE

Primeiro livro do NT, que relata a vida e as atividades de Jesus, apresentando-o como o MESSIAS. O Evangelho começa com a lista dos antepassados de Jesus, ligando-o assim à história do povo de Deus do AT. Jesus é aquele em quem se cumprem as promessas feitas ao rei Davi e a Abraão, o pai do povo escolhido. Em seguida o autor conta a história de Jesus, citando textos do AT a fim de provar que Jesus é de fato o Messias que Deus enviou (1.23; 2.5-6,15,17-18,23; 4.14; 8.17; 12.17-21; 21.4-5; 22.41-46). Neste Evangelho os fatos da vida de Jesus aparecem na mesma ordem seguida pelo de Marcos (v. MARCOS, EVANGELHO DE). Depois de ser batizado no rio Jordão por João Batista, Jesus é tentado no deserto e, em seguida, vai para a Galiléia, onde ensina multidões, cura doentes e expulsa demônios. Mateus dá muita importância aos ensinamentos de Jesus e os junta em cinco grandes discursos: a) O SERMÃO DO MONTE (caps. 5—7); b) as instruções aos 12 apóstolos para a sua missão (cap. 10); c) os segredos do Reino do céu (cap. 13); d) os ensinamentos a respeito da Igreja (cap. 18); e) os ensinamentos sobre o fim do mundo e a vinda do Reino do céu (caps. 24—25).

MATIAS [Dom de Javé]

Apóstolo escolhido para ficar no lugar de JUDAS 1, (At 1.15-26).

MATRICIDA

Aquele que mata a própria mãe (1Tm 1.9).

MATRIMÔNIO

CASAMENTO (Hb 13.4).

MATUSALÉM [Homem da lança]

Filho de Enoque e pai de Lameque. Viveu 969 anos (Gn 5.21-27).

MATUTINO

Da manhã (Jó 3.9, RA).

MAUSOLÉU

SEPULCRO luxuoso (Jó 3.14, RA).

MAVIOSO

Suave; harmonioso (2Sm 23.1, RA).

MÁXIMA

PROVÉRBIO (Jó 13.12, RA).

MEDA

Montão de FEIXES de CEREAL (Êx 22.6).

MÉDIA

País localizado a noroeste da Pérsia e habitado por um povo indo-europeu. Atingiu sua maior glória no reinado de NABUCODONOSOR (Is 21.2, RA; Dn 8.20).

MEDIADOR

Pessoa cuja função é RECONCILIAR partes. Cristo é o mediador da nova ALIANÇA, através de quem Deus e as pessoas são reconciliados (Is 42.6, RA; 1Tm 2.5; Hb 8.6; 9.15).

MEDIANEIRO

MEDIADOR (Gl 3.20, RC).

MEDIDA

Medida de capacidade para secos (2Rs 7.1, RC; RA, alqueire), também chamada de chaliche e seá (hebr.). É igual a um pouco menos de 6 l (5,87 l). É 1/3 do EFA. Em Ap 6.6, medida (choinix) é igual a 1 l.



MEDIDA DE ÁREA:

JEIRA.

MEDIDAS

V. tabela de PESOS, DINHEIRO E MEDIDAS.

MEDIDAS DE CAPACIDADE PARA LÍQUIDOS:

LOGUE (ou SEXTÁRIO), HIM, BATO (ou almude, ou METRETA, ou CADO) e CORO.

MEDIDAS DE CAPACIDADE PARA SECOS:

CABO, GÔMER (ou ISSAROM), MEDIDA (ou ALQUEIRE, ou chaliche, ou seá), EFA, LETEQUE e CORO (ou ÔMER).

MEDIDAS DE COMPRIMENTO:

DEDO, MÃO (ou quatro dedos), PALMO, CÔVADO, CANA e BRAÇA.

MEDIDAS DE DISTÂNCIA:

TIRO DE PEDRA, TIRO DE ARCO, JORNADA (caminho) DE UM SÁBADO, JORNADA (caminho) DE UM DIA, ESTÁDIO e MILHA.

MEDIDAS DE PESO:

GERA, BECA, SICLO, MINA (ou ARRÁTEL, ou libra) e TALENTO.

MEDITAR

Refletir; pensar (Sl 1.2).

MEDITERRÂNEO, MAR

Mar que fica entre o Sul da Europa e o Norte da África. Em suas viagens, Paulo várias vezes se utilizou de navios que o cruzavam (At 16.11; 20.6; 21.1-3; 27.13-44). O Mediterrâneo é chamado de o Mar (Nm 13.29), mar dos Filisteus (Êx 23.31), mar Grande (Nm 34.6), mar Ocidental (Dt 11.24).

MÉDIUM

NECROMANTE (1Sm 28.7, RA).

MEDO

Habitante da MÉDIA (Et 1.19; Is 13.17; At 2.9). (Pronuncia-se médo.)

MEDULA

TUTANO (Hb 4.12).

MEFIBOSETE [Destruidor da Vergonha]

1) Filho de Saul (2Sm 21.8-9).

2) Filho de Jônatas e neto de Saul (2Sm 4.4; 9.6-13; 16.1-4; 19.24-30; 21.7), também chamado de Meribe-Baal (1Cr 8.34).

MEGIDO

Cidade localizada perto dos vales de SAROM e de JEZREEL, onde cruzavam duas importantes rotas comerciais. A cidade foi fortificada por Salomão (1Rs 9.15) e tornou-se cenário de grandes batalhas (Jz 5.19-21; 2Rs 23.29).

MEIRINHO

Oficial de justiça (Lc 12.58).

MELÃO

Fruta semelhante à melancia, mas menor (Nm 11.5).

MELQUISEDEQUE [Rei da Justiça]

Rei de SALÉM e sacerdote do Deus Altíssimo. Abençoou a Abraão e recebeu dele o dízimo (Gn 14.18-20). Melquisedeque é um TIPO de Cristo, o Rei-sacerdote (Sl 110.4; Hb 5.6,10; 6.20; 7.1-28).

MELRO

Ave geralmente colorida, relacionada com a GRALHA (Is 34.15, RC).

MEM

v. ALFABETO HEBRAICO 13.

MEMBRO

1) Braço, perna ou outra parte do corpo (Jó 17.7; Rm 12.4).

2) Pessoa que faz parte de um grupo (Mc 15.43, RA).

3) Pessoa que faz parte do CORPO DE CRISTO (Ef 5.30).

MEMORÁVEL

Famoso (Ez 39.13).

MEMÓRIA

1) Lembrança (1Rs 17.18).

2) Fama (Sl 135.13).

3) MEMORIAL 1, (Êx 28.12; 1Co 11.24-25; v. CEIA DO SENHOR).

4) No título de Sl 38 e 70 (RC, lembrança) a expressão “em memória” parece estar ligada a um SACRIFÍCIO acompanhado de queima de INCENSO, pedindo que Deus se lembre do salmista.

MEMORIAL

1) Marco ou cerimônia que visa servir como lembrança de uma palavra ou de um acontecimento, como, por exemplo, a PÁSCOA (Êx 12.14, RA), algumas ofertas (Lv 24.7; Nm 31.54, RA), a celebração do PENTECOSTES (Lv 23.24, RA), pedras (Js 4.7) e a nova ALIANÇA (Is 55.3,13, RA).

2) Escrito de alguma coisa que deve ser lembrada (Ed 6.2-5).

MEMUCÃ

Um dos sete conselheiros do rei Assuero (Et 1.13-22).

MENAÉM [Confortador]

Décimo sexto rei de Israel, que reinou de 743 a 738 a.C., depois de Salum, a quem matou (2Rs 15.14-22).

MENÇÃO

Referência (Rm 1.9; Hb 11.22).

MENE, MENE, TEQUEL E PARSIM

Palavras aramaicas escritas na parede do salão do banquete dado por Belsazar e que profetizaram o destino do rei e do seu reino. Seu significado é “contado, contado, pesado e dividido” (Dn 5.25-28).

MENEAR

Mover de um lado para outro em sinal de zombaria (2Rs 19.21; Mc 15.29).

MÊNFIS

Primeira capital do Egito unido, situada à margem do rio Nilo, um pouco antes do início do delta (Os 9.6).

MENINA DO OLHO

1) Pupila do olho; olho (Lm 2.18).

2) Pessoa ou coisa que se ama muito (Dt 32.10).

MENINICE

Infância (2Tm 3.15, RC).

MENOSPREZAR

Desprezar (Ne 9.32, RA).

MENSTRUAÇÃO

Corrimento mensal de sangue, nas mulheres, pelo órgão sexual e o período desse corrimento (Lv 12.2, RA).

MENSURA

Tamanho (1Cr 23.29, RC).

MENTE

1) Sede e faculdade do pensamento, da reflexão e da lembrança; intelecto; entendimento; CORAÇÃO 2, (RA: 1Rs 10.2; Jr 51.50).

2) Sede e faculdade do pensamento moral e espiritual; CORAÇÃO 2; ALMA; ESPÍRITO 1, (RA: Sl 7.9; Cl 2.18).

MENUÍTA

Morador de Menuote, povoado em Judá, que é provavelmente outro nome para Manaate (1Cr 2.52, RC).

MEOLATITA

Morador de Meolá (Abel-Meolá), povoado situado no vale do Jordão, perto de Bete-Seã (1Sm 18.19).

MERABE [Aumento]

Filha do rei Saul (1Sm 14.49; 18.17-19; 2Sm 21.8, RA).

MERAMENTE

Simplesmente (Gl 3.15, RA).

MERARI [Amargurado ? Entusiasmado ?]

Filho de Levi (Gn 46.11) e pai dos meraritas (Nm 26.57), que cuidavam da manutenção do TABERNÁCULO (Nm 3.33-37).

MERCADEJAR

Negociar (2Co 2.17, RA).

MERCAR

Fazer comércio (Os 8.9-10).

MERCÊ

FAVOR 2; atenção (Gn 18.3, RA).

MERCENÁRIO

Aquele que trabalha apenas pelo salário (Jo 10.12-13).

MERCÚRIO

Nome latino de Hermes, o deus mensageiro dos gregos (At 14.12).

MERETRÍCIO

PROSTITUIÇÃO 1, (Ez 16.41, RA).

MERETRIZ

Mulher que pratica o ato sexual por dinheiro; prostituta (Hb 11.31). V. PROSTITUIÇÃO.

MERIBÁ [Reclamação]

1) Local em REFIDIM e próximo do monte Sinai, onde Deus deu água a Israel (Êx 17.1-7).

2) Local próximo de CADES-BARNÉIA, onde Deus repetiu o milagre (Nm 20.1-13).

MERIBE-BAAL

V. MEFIBOSETE 2, (1Cr 8.34).

MERIDIONAL

Sul (Êx 27.9, RA).

MERODAQUE [Ousado]

Deus supremo dos babilônios (Jr 50.2).

MERODAQUE-BALADÃ [Marduque Deu Um Filho]

Líder CALDEU 1, que se tornou rei da Babilônia de 722 a 710 a.C. e de 703 a 702 a.C. Durante o seu primeiro reinado, enviou mensageiros ao rei Ezequias, de Judá, para tentar envolvê-lo numa confederação contra os assírios, mas foi duas vezes derrotado e depois expulso por eles (2Rs 20.12-19; Is 39.1-8).

MEROM

Riacho e pequeno lago, também chamado de lago Hulé, pelo qual passa o rio Jordão. Está situado entre o monte Hermom e o lago da Galiléia (Js 11.5-7).

MERONOTITA

Morador de Meronote, região do território de Naftali (Ne 3.7).

MÊS

O mês dos israelitas era lunar, tendo 29 ou 30 dias, e começava com a lua nova (Nm 28.14). V. CALENDÁRIO.

MESA [Salvação]

Rei MOABITA que reinou no tempo de Acabe, de Acazias e de Jorão, reis de Israel. Mesa ofereceu o seu filho mais velho em sacrifício ao deus QUEMOS (2Rs 3).

MESAQUE [A Sombra do Príncipe ?]

Nome babilônico de MISAEL (Dn 1.7).

MESCLAR

Misturar (Sl 106.35, RA).

MESES DO ANO

V. CALENDÁRIO.

MESOPOTÂMIA [Entre-rios]

A região localizada entre os rios Tigre e Eufrates, também chamada de Arã e Padã-Arã (Gn 24.10; At 2.9). Os antepassados dos hebreus vieram do norte dessa região (Gn 11; At 7.2).

MESQUINHO

Egoísta (Dt 28.54, RA).

MESSE

1) SEARA pronta para a colheita (Lv 19.9, RA).

2) COLHEITA (Jó 5.5).

MESSIAS

O SALVADOR prometido no AT (Jo 1.41). Messias (hebraico) é o mesmo que Cristo (grego) e quer dizer “Ungido” v. UNGIR.

MESTRE

1) Professor; instrutor (Sl 119.99; Mt 10.24).

2) Título de Jesus, que tinha autoridade ao ensinar (Mc 12.14).

3) Pessoa perita em alguma ciência ou arte (Êx 35.35).

4) Pessoa que se destaca em qualquer coisa (Pv 24.8; Ez 21.31, RA).

5) Capitão (Jn 1.6).

MESTRE DE CANTO

O dirigente dos cantores levitas que serviam no TEMPLO (Sl 4, RA; RC, cantor-mor). Aparece no título de 55 salmos.

MESTRE-SALA

Pessoa encarregada da ordem e do cerimonial de uma festa (Jo 2.8).

META

Alvo; objetivo (1Co 9.26, RA).

METÁFORA

Figura de linguagem em que se faz a substituição do sentido natural de uma palavra por outro sentido, em virtude da semelhança que há entre o sentido natural e o figurado. Jesus, por exemplo, para ilustrar o fato de que só ele pode transmitir a verdadeira vida espiritual, usa a palavra “luz” como metáfora (Jo 8.12). Outras metáforas podem ser encontradas em Sl 2.9 (vara de ferro); Sl 92.10 (óleo); Pv 5.15 (água; v. NTLH); Tg 3.6 (fogo).

METEORO

Pedaço perdido de ASTRO que, ao penetrar na atmosfera, se inflama e risca o céu com uma linha luminosa (Jó 38.36, RA).

METRETA

Medida para líquidos que variava entre 30 e 40 l (Jo 2.6, RA). Outros consideram a metreta igual ao BATO.

MEUNITAS

Moradores do monte Seir (2Cr 26.7).

MEXERIQUEIRO

MALDIZENTE (Lv 19.16).

MICA [Quem É Como Javé ?]

Um EFRAIMITA que promoveu culto a imagens em sua casa (Jz 17—18).

MICAÍAS [Quem É Como Javé ?]

Profeta que predisse a morte do rei ACABE (2Cr 18.7-27).

MICAL [Quem É Como Deus ?]

Filha mais nova de Saul e esposa de Davi, a quem amava (1Sm 14.49; 18.20-28; 19.12-17). Depois, porém, desprezou a Davi e foi castigada (2Sm 6.16-23).

MICMÁS

Cidade situada 12 km a nordeste de Jerusalém, onde os israelitas, sob o comando de Jônatas, derrotaram os filisteus (1Sm 13.1—14.23).

MICTÃO

Título hebraico de seis salmos (16; 56—60, RC; RA e NTLH, hino).

MIDIÃ

1) Filho de Abraão e Quetura (Gn 25.2).

2) Região localizada a leste do golfo de Ácaba (Êx 2.15-22).

MIDIANITA

Descendente de MIDIÃ 1, que habitava a terra de MIDIÃ 2, (Nm 22.4).

MIGALHA

Pedacinho (Jz 1.7; Mc 7.28).

MIGRADOR

Que costuma mudar de região (Jl 1.4, RA).

MIGUEL [Quem É Como Deus ?]

ARCANJO protetor de Israel e vencedor de Satanás (Dn 10.13,21; 12.1; Jd 9; Ap 12.7).

MIL

1) Um MILHAR 1, (Gn 20.16).

2) Unidade militar usada na organização das TRIBOS de Israel e do exército israelita (Nm 31.4-6).

MILAGRE

Fato ou acontecimento fora do comum, que Deus realiza para confirmar o seu poder, o seu amor e a sua mensagem. No AT estão registrados 67 milagres (Gn 5.21-24; 11.6-9; 19.1-11,24-25,26; Êx 3.1-6; 4.1-5,6-8; 7.9-13; caps. 7—12; 13.20-22; 14.21-28; 15.25; 16.12-36; 17.6; Lv 10.1-2; Nm 12.9-15; 16.24-35,46-50; 17.1-13; 20.7-13; 21.4-9; 22.28-30; Js 3; 6; 10.12-13; Jz 6.36-40; 1Sm 5; 6.19-21; 12.16-18; 2Sm 6.6-8; 1Rs 13.1-6; 17.3-7,14,22; 18.1-40,41-45; 2Rs 1.1-18; 2.8,11,12-14,19-22; 3.16-20; 4.1-7,32-37,38-41,42-44; 5.1-19,20-27; 6.1-7,15-23; 7.1-20; 13.20-21; 19.35-36; 20.7-11; 2Cr 7.1-3; 26.19-21; Dn 3.19-30; 5.30; 6.1-28; Jn 1). O NT mostra que Jesus realizou muitos milagres (Mt 8.16-17; 12.15; Lc 7.18-23; Mt 14.34-36). Os Evangelhos registram 36, alistados a seguir na ordem provável em que aconteceram: a água feita vinho (Jo 2.1-12); o filho de um funcionário público (Jo 4.46-54); uma pesca maravilhosa (Lc 5.1-11); o endemoninhado de Cafarnaum (Lc 4.31-37); a sogra de Pedro (Lc 4.38-39); o leproso (Mc 1.40-45); o paralítico descido pelo telhado (Mc 2.1-12); o paralítico de Betesda (Jo 5.1-18); o homem da mão aleijada (Mt 12.9-14); o empregado do oficial romano (Lc 7.1-10); o filho da viúva de Naim (Lc 7.11-17); Maria Madalena (Lc 8.2); o endemoninhado cego e mudo (Mt 12.22-37); a tempestade (Mc 4.35-41); os endemoninhados gadarenos (Mc 5.1-20); a filha de Jairo (Mc 5.21-43); a mulher que tinha hemorragia (Mc 5.25-34); os dois cegos (Mt 9.27-31); o mudo endemoninhado (Mt 9.32-34); a primeira multiplicação dos pães (Mc 6.30-44); Jesus anda sobre a água (Mt 14.24-33); a filha da siro-fenícia (Mc 7.24-30); o surdo-mudo (Mc 7.31-37); a segunda multiplicação dos pães (Mc 8.1-10); o cego de Betsaida (Mc 8.22-26); o menino epiléptico (Mc 9.14-29); a moeda na boca do peixe (Mt 17.24-27); o cego de nascença (Jo 9.1-41); a mulher encurvada (Lc 13.10-17); o hidrópico (Lc 14.1-6); a ressurreição de Lázaro (Jo 11.1-44); os dez leprosos (Lc 17.11-19); o cego Bartimeu (Mc 10.46-52); a figueira sem frutos (Mt 21.18-22); a orelha de Malco (Lc 22.50-51); outra pesca maravilhosa (Jo 21.1-13). Os apóstolos também fizeram milagres (Mt 10.1-8; Lc 10.9; 9.6; 10.17-20). Em Atos são mencionados 20 milagres (2.1-4; 3.1-8; 5.1-11,16,19; 6.8; 8.6-13; 9.3-8,13-18,32-35,36-41; 12.6-10; 13.8-12; 14.8-10; 16.16-18; 19.11, v. 2Co 12.12; At 20.9-12; 28.1-6,7-9).

MILCA [Conselho]

Filha de Harã, irmã de Ló e avó de Rebeca (Gn 11.27-29; 22.20-23).

MILCOM

V. MOLOQUE (1Rs 11.5).

MILÊNIO

Período de 1000 anos em que Satanás será preso, e Cristo reinará entre as nações (Ap 20). Alguns entendem o milênio no sentido literal de 1000 anos; outros o entendem no sentido figurado de um longo e indefinido período de tempo. São três as principais interpretações do milênio:

1) De acordo com o pré-milenismo, a segunda vinda de Cristo vai acontecer antes do seu reinado de 1000 anos na terra, junto com os salvos que participarem da primeira ressurreição. Depois desse período literal de 1000 anos, acontecerão a ressurreição dos mortos, o juízo final e a vida eterna.

2) Os pós-milenistas ensinam que, pelo poder do evangelho, haverá um período de 1000 anos de paz e justiça na terra, e depois disso acontecerão a segunda vinda de Cristo, a ressurreição dos mortos, o juízo final e a vida eterna.

3) Para os amilenistas, o milênio não virá no fim do mundo, mas é um símbolo do período da existência e da ação da Igreja na história, no fim do qual acontecerão a segunda vinda de Cristo, a ressurreição, o juízo final e a vida eterna.

MILETO

Porto do mar Egeu, uns 50 km ao sul de Éfeso (At 20.15; 2Tm 4.20).

MILHA

Medida romana de distância, igual a quase 1,5 km (1.479 m) (Mt 5.41). Equivale a 8 estádios.

MILHANO

Ave semelhante ao GAVIÃO (Lv 11.14).

MILHAR

1) MIL 2, (Nm 31.14).

2) Grande número (Gn 24.60).

MILÍCIA

1) EXÉRCITO 3, (Lc 2.13, RA).

2) Luta; combate (2Co 10.4).

MILO

Fortaleza situada no lado norte de Jerusalém do tempo de Davi (2Sm 5.9).

MINA

1) Medida de peso, também chamada de arrátel (RC) e libra (RA), igual a 571,2 g. (Ed 2.69; Jo 12.3; 19.39). Equivale a 50 SICLOS. A mina em Ezequiel é igual a 60 siclos, isto é, 685 g (45.12, RA).

2) Moeda grega de ouro que valia 100 DENÁRIOS (Lc 19.13).

3) Lugar de onde se extraem minerais (Jó 28.1, RA).

MINAR

Cavar; escavar (Jó 24.16).

MÍNGUA

Falta do necessário (Jó 30.3).

MINGUAR

Diminuir (Gn 8.3).

MINISTÉRIO

1) Desempenho de um serviço (At 7.53, RA).

2) Exercício de um serviço religioso especial, como o dos levitas, sacerdotes, profetas e apóstolos (1Cr 6.32; 24.3; Zc 7.7; At 1.25).

3) Atividade desenvolvida por Jesus até a sua ascensão (Lc 3.23, RA).

4) Cargo ou ofício de MINISTRO 4, (2Co 6.3; 2Tm 4.5).

MINISTRAR

1) Servir; ajudar (At 19.22, RA; Rm 15.27, RC).

2) Exercer um MINISTÉRIO 2, (Êx 28.3, RA; Nm 16.9).

MINISTRO

1) SERVO 3, (Sl 103.21; Jo 18.36, RA).

2) Empregado (Rm 13.4).

3) Conselheiro; auxiliar (2Sm 8.18, RA).

4) Pessoa designada para exercer um MINISTÉRIO 2, (2Cr 29.11; At 26.16).

5) O servo de Cristo que, na igreja, prega a palavra e administra o batismo, a ceia, etc. (1Co 4.1; Ef 6.21; 1Tm 4.6).

MINUCIOSAMENTE

Ponto por ponto; detalhadamente (Lc 1.3, RC; At 21.19, RA).

MIOLEIRA

Miolos; cabeça (Sl 7.16).

MIQUÉIAS [Quem É Como Javé ?]

Profeta que viveu na mesma época de Isaías e de Oséias. Era natural de Moresete-Gate, uma pequena cidade de Judá (Mq 1.1; Jr 26.18). V. MIQUÉIAS, LIVRO DE.

MIQUÉIAS, LIVRO DE

Um dos Profetas Menores (v. LIVROS PROFÉTICOS DO AT), que traz as mensagens de Deus a Israel e a Judá anunciadas por Miquéias de 740 a 687 a.C. O profeta previu a queda de SAMARIA 2, (1.6-7). Vendo que JUDÁ 3, corria o perigo de sofrer o mesmo castigo, Miquéias mostra que Deus odeia a idolatria, a injustiça, a corrupção e o ritualismo religioso vazio. Contudo, ele afirma que Deus não só castiga, mas também tem prazer em perdoar. Finalmente, o profeta declara que o povo de Deus terá um futuro glorioso através do Rei que irá nascer em Belém (4.1-4; 5.2-4).

MIRACULOSO

Milagroso (Mt 13.54, RA).

MIRAR

1) Olhar para (Nm 21.8, RA).

2) Apontar para (Sl 21.12, RA).

MIRIÃ [Gorda ? Forte ?]

Irmã de Arão e Moisés (Nm 26.59).

MIRÍADES

Dez mil; grande número (RA: Dt 33.2; Dn 7.10).

MIRRA

1) Resina tirada de uma pequena árvore do Oriente Médio, com a qual se fazia um perfume agradável e um remédio que, misturado com vinho, servia como calmante (Sl 45.8; Mc 15.23).

2) Porto da LÍCIA (At 27.5).

MIRRADO

RESSEQUIDO (Mc 3.3, RC).

MIRRAR

Secar (Gn 41.23, RA).

MISAEL [Quem É igual a Deus ?]

Um dos quatro príncipes de Judá que foram treinados para serem conselheiros do rei NABUCODONOSOR (Dn 1.3-7).

MISERICÓRDIA

1) Bondade (Js 2.14, RA).

2) Bondade, AMOR e GRAÇA de Deus para com o ser humano, manifestos no perdão, na proteção, no auxílio, no atendimento a súplicas (Êx 20.6; Nm 14.19, RA; Sl 4.1). Essa disposição de Deus se manifestou desde a criação e acompanhará o seu povo até o final dos tempos (Sl 136, RA; Lc 1.50).

3) Virtude pela qual o cristão é bondoso para com os necessitados (Mt 5.7; Tg 2.13).

MISERÁVEL

Muito pobre (Ap 3.17).

MÍSIA

Distrito situado no noroeste da PROVÍNCIA romana da ÁSIA, junto ao mar Egeu (At 16.7-8).

MISPA

1) Localidade de Gileade, ao norte de Maanaim (Gn 31.49).

2) Cidade de Judá (Jz 20.1).

MISRAEU

Membro de uma família de Quiriate-Jearim, cidade de Judá (1Cr 2.53).

MISSÃO

Encargo; serviço (At 12.25, RA).

MISTER

1) Ocupação; trabalho (1Cr 9.33, RA).

2) Necessidade (At 2.45).

MISTÉRIO

1) Segredo desconhecido até que seja manifestado por Deus através de algum meio (Dn 2.18-19,27-30,47, RA; Mt 13.11).

2) O plano de Deus revelado no evangelho para a salvação de toda a humanidade (Ef 3.3-9).

3) Conhecimento secreto que só Deus pode tornar conhecido (2Ts 2.7; Ap 1.20).

MISTIFICAÇÃO

Engano (2Pe 2.13, RA).

MISTO DE GENTE

Multidão de pessoas de várias origens (Êx 12.38, RA).

MITILENE

Capital de Lesbos, ilha do mar Egeu (At 20.14).

MITRA

Nome dado ao TURBANTE usado pelo SUMO SACERDOTE (Êx 28.4).

MIZRAIM [Egito, a Casa do Deus Ptah]

Filho de CAM 1, de quem descendem os egípcios (Gn 10.6).

Pedra em forma de círculo usada no MOINHO (Dt 24.6; Is 47.2).

MOABE

1) Neto de Ló, nascido do incesto com sua filha (Gn 19.30-38).

2) Povo descendente de MOABE 1, e sua terra, localizada a leste do JORDÃO (Nm 26.3).

MOABITA

Descendente de MOABE 1, ou morador de MOABE 2, (Nm 21.26).

MOÇA

Mulher jovem (Dt 22.15-29; Rt 2.5).

MOCHO

Espécie de coruja sem penacho na cabeça (Dt 14.16, RA; Sl 102.6, RC).

MODERAÇÃO

Qualidade que consiste em evitar exageros (2Tm 1.7).

MODÉSTIA

Simplicidade sem vaidade (1Tm 2.9).

MOEDA DE PRATA

1) Moeda romana. Era pagamento por um dia de trabalho (Mt 20.2).

2) A tetragrama, moeda grega que valia quatro moedas de prata romanas. Trinta moedas de prata era o preço de um escravo (Êx 21.32; Mt 26.15).

MOEDOR

Dente (Ec 12.3).

MOFAR

Zombar (2Cr 36.16).

MOINHO

Engenho composto de duas MÓS colocadas uma sobre a outra, sendo a mó superior girada para moer grãos (Nm 11.8).

MOISÉS

Líder escolhido por Deus para libertar os israelitas da escravidão do Egito (Êx 2—18), para fazer ALIANÇA 1, com eles (Êx 19—24), para torná-los povo de Deus e nação independente (Êx 25—Nm 36) e para prepará-los a fim de entrarem na terra de Canaã (Dt 1—33). Nasceu de pais israelitas, mas foi adotado pela filha do faraó do Egito, onde foi educado (Êx 2.1-10; At 7.22). Após colocar-se ao lado de seu povo e matar um egípcio, fugiu para MIDIÃ 2, onde se casou com Zípora (Êx 2.11-22). Passados 40 anos, Deus o chamou e o pôs como líder da libertação do povo de Israel (Êx 3). Por mais 40 anos Moisés cumpriu o mandado de Deus e morreu às portas da terra de Canaã, no monte NEBO (Dt 34). Alguns estudiosos colocam a data da morte de Moisés em torno de 1440 a.C., e outros a colocam por volta de 1225 a.C., dependendo da posição sobre a data do ÊXODO. Na Bíblia, Moisés é considerado o autor do PENTATEUCO.

MOLDURA

Peça de madeira ou metal colocada ao redor de algum objeto para protegê-lo ou enfeitá-lo (Êx 25.25-27).

MOLESTAR

1) Atacar (Dt 2.9).

2) Fazer mal (Sl 121.6).

3) Perturbar (Gl 6.17, RA).

MOLÉSTIA

Doença (Lc 4.40, RA).

MOLESTO

Que causa aborrecimento (Jó 16.2).

MOLHO

FEIXE (Jz 15.5; pronuncia-se mólho).

MOLOQUE [Rei]

Deus supremo dos AMONITAS, também chamado de Milcom e de Malcã. Seu culto, que incluía o sacrifício de crianças (Lv 20.2-5), foi incentivado por Salomão (1Rs 11.5,7,33; 2Rs 23.10,13).

MONOGAMIA

Casamento com um cônjuge (Gn 2.24). V. BIGAMIA e POLIGAMIA.

MONOLATRIA

HENOTEÍSMO

MONOTEÍSMO

Crença de que há um só Deus e Senhor de todo o universo (Dt 32.39; Sl 96; Mc 12.29; 1Tm 6.15-16). Os judeus, os cristãos e os maometanos são monoteístas. V. HENOTEÍSMO e POLITEÍSMO.

MONSTRO

Segundo lendas antigas, criatura que representava as forças da desordem e do mal e que foi vencida por Deus. V. LEVIATÃ, MAR 3, e RAABE 2.

MONSTRO MARINHO

Grande animal que vive no mar, como, por exemplo, a baleia (Sl 74.13, RA).

MONTA

Importância (Ez 8.17, RA).

MONTE

Grande massa de terra que se eleva acima do terreno que está à sua volta. Os montes mencionados mais vezes nas Escrituras são os seguintes: ABARIM, ARARATE, BASÃ, CALVÁRIO ou Gólgota, CARMELO, EBAL, EFRAIM, GERIZIM, GILBOA, GILEADE, HERMOM, HOR, LÍBANOS, MORIÁ, NEBO, OLIVEIRAS, Perazim (Baal-Perazim), PISGA, SEIR, SIÃO, SINAI ou Horebe, TABOR. Outros montes: Efrom (Js 15.9), Halaque (Js 11.17, RA; RC, Calvo), Jearim (Js 15.10), Sefar (Gn 10.30), Salmom (Jz 9.48), Zemaraim (2Cr 13.4).

MONTE DO SENHOR

V. SIÃO, MONTE (Sl 24.3).

MONTE, O

V. SIÃO, MONTE (Ez 17.23).

MONTE SANTO

V. SIÃO, MONTE (Sl 3.4).

MONTÊS

Que vive nos montes (Dt 14.5).

MONTESINHO

MONTÊS (Sl 104.18, RA).

MONTURO

Monte de lixo (Sl 113.7); lixão (Ne 2.13).

MONTURO, PORTA DO

Porta de Jerusalém que levava ao lixão (Ne 2.13).

MONUMENTO

Pedra ou construção que tem com objetivo manter a lembrança de uma pessoa ou acontecimento (2Rs 23.17).

MORASTITA

V. MIQUÉIAS.

MORCEGO

Animal mamífero parecido com um ratinho mas que voa. Era IMPURO (Lv 11.19).

MORDAÇA

Pano amarrado sobre a boca de uma pessoa para impedir que ela fale ou grite (Sl 39.1, RA).

MORDECAI [Pequeno Marduque, deus babilônico]

Primo e pai adotivo de ESTER, que havia sido deportado de Judá para Susã (Et 2.5-7).

MORDOMIA

Administração (Lc 16.2, RC).

MORDOMO

Pessoa encarregada da administração de uma casa; administrador (Gn 39.4-8, RA; Lc 12.42).

MORIÁ [Javé Provê]

Local onde Abraão deveria sacrificar seu filho Isaque e, provavelmente, o monte sobre o qual foi construído o templo de Salomão (Gn 22.2; 2Cr 3.1).

MORRÃO

TORCIDA (Mt 12.20, RC).

MORTAL

1) Que está sujeito à morte (Is 51.12; 1Co 15.53).

2) O ser humano (Sl 56.4, RA).

3) Que produz a morte (Is 38.1).

MORTANDADE

MATANÇA (Sl 91.6).

MORTE

1) O fim da vida natural, que resultou da QUEDA em pecado (Gn 2.17; Rm 5.12). É a separação entre o espírito ou a alma e o corpo (Ec 12.7). Para os salvos, a morte é a passagem para a vida eterna com Cristo (2Co 5.1; Fp 1.23).

2) No sentido espiritual, morte é estar separado de Deus (Mt 13.49-50; 25.41; Lc 16.26; Rm 9.3), e a segunda morte é estar separado de Deus para sempre (Ap 20.6,14).

MORTICÍNIO

MATANÇA (1Sm 4.17, RA).

MORTIÇO

Amortecido (Dt 28.65, RA).

MORTÍFERO

Que mata (Jr 9.8).

MORTIFICAÇÃO

Sofrimento de morte (2Co 4.10, RC).

MORTIFICAR

Matar (Rm 8.13).

MORTO, MAR

Grande lago salgado, situado no sul da Palestina, no qual deságua o rio Jordão (Ez 47.8, RA). Também é chamado de mar Salgado (Gn 14.3, RA; RC, de Sal), mar da ARABÁ (Dt 3.17, RA; RC, da Campina), mar do Oriente (Ez 47.18) e o Mar (Ez 47.8, RC). Fica a 26 km para o leste de Jerusalém e tem, aproximadamente, 85 km de comprimento e 16 km de largura. Seu nível se conserva pela evaporação rápida. Tem 26% de sais, sendo quatro vezes mais salgado do que os oceanos. Encontra-se a 393 m abaixo do nível do mar Mediterrâneo, e a sua profundidade é de 400 m em quase toda a sua extensão.

MORTOS, EVOCAÇÃO DOS

V. NECROMANCIA.

MORTOS, MUNDO DOS

V. MUNDO DOS MORTOS.

MOSAICO

Pavimento feito de pequenas pedras ou ladrilhos, formando desenhos (1Cr 29.2, RA).

MOSTARDA

Semente de mostardeira. Quando é moída, produz um pó amarelo que serve como tempero ou como medicamento (Mt 13.31).

MOSTO

Vinho novo (Gn 27.28; Am 9.13).

MOTEJO

Zombaria (1Rs 9.7).

MOTEJAR

Zombar (Sl 73.8, RA).

MOTIM

Revolta (Ed 4.19, RA).

MUGIDO

A voz do boi e da vaca (Jr 9.10).

MULHERINHA

Mulher MALDIZENTE (2Tm 3.6, RA).

MULO/A

Animal resultante do cruzamento de jumento com égua ou de cavalo com jumento (2Sm 13.29; 1Rs 1.33).

MULTIFORME

Que tem rica variedade (Jó 11.6).

MUNDO

1) A terra (Sl 24.1).

2) O conjunto das nações conhecidas (1Rs 10.23, RA).

3) A raça humana (Sl 9.8; Jo 3.16; At 17.31).

4) O universo (Rm 1.20).

5) Os ímpios e maus, que se opõem a Deus (Jo 15.18) e têm o Diabo como seu chefe (Jo 12.31).

6) Os habitantes do Império Romano (Lc 2.1).

MUNDO DOS MORTOS [hebr. sheol]

De acordo com o pensamento dos israelitas antigos, um abismo escuro e silencioso situado nas profundezas da terra, para onde todas as pessoas iam depois de morrer. V. SHEOL e REINO DOS MORTOS.

MURALHA

Grande muro que cercava certas cidades (1Rs 3.1; 2Co 11.33).

MURMURAR

Censurar ou reclamar em voz baixa (Êx 15.24; Lc 15.2).

MURRO

Soco (Mt 26.67, RA).

MURTA

Pequeno ARBUSTO de folhas pequeninas e flores perfumosas, usado para fazer cercas vivas. É símbolo de coisas belas e agradáveis (Is 55.13).

MÚSICA

A arte de combinar agradavelmente os sons. Existe desde os tempos mais antigos (Gn 4.21). Usava-se música para comemorar vitórias (Êx 15.1-21; Jz 5) e em outras ocasiões, como festas (2Sm 19.35), casamentos (Jr 7.34) e enterros (Mt 9.23). Às vezes era acompanhada de dança (Êx 15.20; 1Sm 18.6-7; Mt 11.17). Davi e Salomão contribuíram para o desenvolvimento da música coral e instrumental em Israel (1Cr 6.31-48; 16; 2Cr 29.25). Usavam-se instrumentos de cordas (HARPA, LIRA, SALTÉRIO); de sopro (FLAUTA, GAITA, ÓRGÃO, TROMBETA de metal ou de chifre [BUZINA]); e de percussão (ADUFE, CÍMBALO, CÍTARA, PANDEIRO, TAMBOR, TAMBORIL, TAMBORIM). O canto, tanto na forma uníssona como coral, e a música instrumental tinham seu lugar nos cultos e na vida religiosa do povo de Deus do AT e do NT (1Cr 16.4-7,37; Is 51.3; Mt 26.30; Ef 5.19; Cl 3.16). V. HINO.

MUTE-LABEN

Provavelmente o nome de uma melodia (Sl 9, título, RC; RA, A morte para o filho).

MUTILAR

Cortar um MEMBRO 1, do corpo (Gl 5.12, RA).

MUTUCA

Inseto parecido com a mosca, mas maior, que se alimenta do sangue de animais (Jr 46.20, RA).